Blog Minas Casa

Granito ou Mármore..


Postador por Shopping Minascasa | Assunto: Arquitetura

Usados desde a Antiguidade em obras de arte, os mármores e granitos são formações rochosas de milhares de anos. O granito é classificado como rocha magmática, tem origem vulcânica e é composto por quartzo, feldspato e mica. O feldspato é o responsável pela sua coloração e a mica, pelos pontos pretos característicos. Já o mármore é uma pedra metamórfica de composição calcária que tem origem na transformação de rochas submetidas a temperaturas muito elevadas.

Essa transformação gera camadas sedimentares e superpostas que resultam em veios. Aplicáveis á arquitetura, tanto o mármore como o granito são muito duráveis, resistentes e de fácil manutenção. Encontrados no mercado em grande variedade, tem diversos nomes e procedências. Sob medida ou em tamanhos padronizados, possibilitam inúmeras aplicações e vários acabamentos. Além disso, merecem cuidados específicos de instalação e mão de obra especializada.

MÁRMORE OU GRANITO?

A escolha depende não só do seu gosto pessoal, mas especialmente da utilização e do tipo de ambiente no qual será empregado. Embora muita gente não saiba, a começar pelo aspecto e composição diferenciada, deve-se levar em consideração muitas outras características na hora da compra.

Os mármores, por exemplo, tem veios mais evidentes e menos brilho que os granitos. Mais moles e menos resistentes, são sucetiveis a manchas e desgaste. Justamente por isso, não são indicados para pisos e bancadas de cozinhas, mas são bastante adequados para pisos internos de salas, halls, quartos, banheiros e demais ambientes sociais, devido, especialmente, à beleza dos seus veios. Já os granitos são mais duros e mais resistentes a ataques químicos, absorção de água e desgaste abrasivo.

Com exceção dos cinzas e amarelos, em geral todos são apropriados para áreas externas ou internas, inclusive cozinhas – principalmente os marrons e vermelhos, considerados os granitos mais resistentes. Como você vê, a escolha entre granito ou mármore depende basicamente do uso e da aplicação que serão dados às pedras. Por isso, para fazer a escolha certa é preciso estar atento às necessidades de cada ambiente.

COMO GARANTIR QUALIDADE?

Siga o mandamento básico de preferir empresas conhecidas e consolidadas no mercado. Além de lhe oferecer garantias, elas terão profissionais habilitados para orientar a compra, bem como oferecer suporte técnico para a colocação de seus produtos.

Produtos aparentemente iguais, às vezes até com o mesmo nome, podem se revelar absolutamente distintos no que se refere à qualidade. Fique de olho, nem sempre preços inferiores são sinonimos de um bom negócio.

10 CUIDADOS NA INSTALAÇÃO DE PISOS E PAREDES

1. Verifique se o profissional contratado possui as ferramentas básicas para a correta instalação. Entre elas: serra para cortar pedras, conhecida popularmente por “maquita”; martelo de borracha, apropriado para o assentamento; régua de alumínio, usada para nivelar o piso; espátula, para fazer o rejunte; furadeira do tipo serra copo, apropriada para recortar o piso nos locais indicados para os ralos.

2. Para revestir pisos de cozinhas, banheiros e lavabos, é importante certificar-se de que o contrapiso esteja impermeabilizado. Detalhe: assentamentos feitos com cimento cola exigem pisos nivelados.

3. Antes de assentar as placas, faça uma pré-montagem espalhando as peças pelo chão, afim de escolher o posicionamento mais adequado de cada uma. A colocação deve seguir o sentido dos veios e ser mais uniforme possível. Assim, as peças que destoam do conjunto devem ser colocadas em locais de difícil visualização – atrás das portas, por exemplo.

4. São usados cimento e areia ou cimento-cola no assentamento de mármores e granitos. Ao contrário do cimento-cola, produto industrializado e comprado pronto, a massa de cimento e areia é feita na obra. Antes de fazer a mistura, é importante peneirar a areia para evitar que fragmentos de ferro oxidem as pedras. O calculo aproximado de massa por m2 é de 12 Kg.

5. Para o assentamento de mármores ou granitos claros, é aconselhável usar cimento-cola branco. Sua utilização evita alterações na cor do material colocado.

6. O colocador deve assentar o material aos poucos, evitar cortes na entrada do ambiente e prever ajustes para o final da instalação. Tudo isso garante perfeito acabamento.

7. Depois do piso assentado, deixe o ambiente livre de trânsito pelo menos por um dia inteiro, para que a massa seque bem.

8. Para o rejunte, o indicado é o cimento branco ou cimento pigmentado com pó xadrez, na cor aproximada da pedra. Para garantir melhor acabamento, prefira que o colocador use espátula e não, como é de costume, o rodo doméstico.

9. Com o rejunte pronto, espere mais um dia para a secagem total, depois, efetue a limpeza com um pano úmido e estopa, em caso de mármores, e palha de aço seca, em pisos de granito. E varra em seguida, para evitar riscos.

10. Finalizada a aplicação, recomenda-se proteger o piso com lona plástica transparente, plástico bolha ou nata feita de gesso e estopa. Esse procedimento é fundamental, principalmente se há outros serviços a serem executados. Vale lembrar que a utilização de plásticos transparentes favorece a visualização de pedras ou outras sujeiras indispensáveis.

CUIDADOS E MANUTENÇÕES

As rochas ornamentais, em especial o mármore e o granito, são materiais que em perfeitas condições de conservação, apresentam superfície lisa, refletindo a luz. Dizemos que está polida/lustrada.

As sujeiras e asperezas criam a imagem opaca, menos clara. Nessas circunstâncias, é necessário muita atenção aos produtos de limpeza que serão utilizados. Em muitos setores; edificações, (pisos, coberturas, fachadas, escadaria), é comum a utilização de ácidos, que poderão prejudicar definitivamente as pedras.

Em situações de perda total do brilho, se faz necessário um novo polimento, devendo ser evitada a aplicação de resinas que eliminam o valor natural.

A manutenção dos mármores e granitos pode ser feita com água e sabão neutro e, eventualmente, com aplicação de cera incolor ou produtos especiais existentes para essa finalidade.

Pias e lavatórios devem ser limpos com pano macio embebido em água e álcool puro.

Em caso de aparecimento de manchas, não se deve tentar removê-las com saponáceo, escovas ou detergentes fortes, pois prejudicarão o lustro, permitindo a penetração de sujeiras e fungos.

Em mesas, tampos, balcões e aparadores podem se fazer o mesmo procedimento.

Essas rochas apresentam diferentes características de porosidade. Devendo-se tomar cuidados especiais com os produtos utilizados em sua manutenção e impermeabilização.

Devemos sempre lembrar de evitar o uso de paliativos com materiais inadequados, pois poderão provocar danos irreparáveis. A solução correta é sempre usar materiais desenvolvidos especificamente para pedras em geral, ou na impossibilidade de encontrá-los, usar apenas um pano úmido limpo, água e sabão neutro.

Depois de todas as dicas, já sabe o que é melhor para seu projeto: Mármore ou Granito?

Informações Ténicas: Styl Pedras

Comentários | Comente | Envie

    Cultura
    Diversão
    Espaço do Leitor
    Sustentabilidade
    Tecnologia
Aqui você pode sugerir pautas e matérias para as postagens.
Sugerir >>
Receba nossa News Siga-nos no Twitter Twitter
Facebook
Youtube
©Todos os direitos reservados ao Shopping Minascasa
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, de 10:00 às 22:00; domingo, de 14:00 às 20:00
Av. Cristiano Machado, 3411 • Ipiranga • Belo Horizonte • Minas Gerais CEP: 31160-380 • Tel: (31) 3449-6000